Hemicrânio direito de Homo habilis

R$ 93,00

Em estoque

QR Code

QR Code

Ficha Técnica

Reconstituição de fóssil – Escala 1 : 1

Nome: Hemicrânio direito de Homo habilis (Leakey et al., 1964)
Ordem Primates; Família Hominidae
Período/Idade: Pleistoceno/1,5 a 2 milhões de anos
Procedência: África
Peso aproximado: 600 g
Dimensões:  18x13x7 cm
Material: tbdplaster

Réplica cuja produção se baseia nas cores e dimensões de um fóssil original. Sua confecção é artesanal, portanto sujeita a possíveis variações de cor.
Crédito da Imagem: Juarez Silva
Orientações para o manuseio e conservação de réplicas

Um pouco de sua História Natural.

O primeiro registro encontrado de Homo habilis foi em 1964, na Tanzânia, e acreditava-se que esta espécie foi a primeira a produzir ferramentas líticas, devido a grande quantidade do material encontrado no local. Atualmente, a ferramenta lítica mais antiga é datada antes mesmo das primeiras evidências do gênero Homo.

Pelas características da mandíbula e quantidade de esmalte nos dentes, é possível que os H. habilis tivessem o costume de comer comidas duras, provavelmente quando o alimento se tornava escasso em épocas mais frias. Porém outros estudos mostram que a alimentação desta espécie era bem variada, desde folhas e plantas lenhosas a tecidos de animais.

Outra evidência em relação à sua dieta está na descoberta de ferramentas cortantes feitas de ossos, datados aproximadamente em 2,5 milhões de anos atrás. Pesquisadores associam o uso destas ferramentas para caçar animais grandes, o que indicaria que a alimentação teria carne e tutano.

Durante muito tempo, acreditava-se que H. habilis era o ancestral de Homo erectus, no entanto, foram encontrados fósseis de ambas as espécies no Norte do Kenya com datações próximas. Essa descoberta mostra que as duas espécies coexistiram no Leste da África, rejeitando a hipótese de que uma se originou da outra.

Imagem do fóssil como referência.

Estas imagens representam o crânio da espécie Homo habilis visto sob vários ângulos.

Você também pode gostar de…